Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Um dia a casa vem abaixo

Só 255 caracteres?! Isso não dá para nada!! Bem, o melhor será ir passando por aqui. Assim ficará a entender melhor o que é. Obrigada pela visita. Tenha um dia feliz!

Um dia a casa vem abaixo

Só 255 caracteres?! Isso não dá para nada!! Bem, o melhor será ir passando por aqui. Assim ficará a entender melhor o que é. Obrigada pela visita. Tenha um dia feliz!

Corrida de Santo António

IMG_20180608_100223_260.jpg

 

No passado sábado, dia 2, fiz a corrida de Santo António, foram 10 km de suor, sorrisos e lágrimas!!

Andei a preparar-me durante muito tempo, corri quase todos os fins de semana. Comecei por 5 km, primeiro a andar depois metade a correr até conseguir fazê-lo a correr sempre. Fui aumentando gradualmente a distância até chegar aos 10km a correr sem parar.

Nem sempre foi fácil, algumas vezes, não muitas felizmente, a endometriose não me deixava correr nem se quer andar! Tinha muitas dores e tive que abrandar. Mas nunca desisti, sabia que o dia da corrida iria chegar e que tinha de estar preparada. Confesso que o meu maior receio era ter uma crise e não puder fazer corrida. Felizmente isso não aconteceu.

No dia da corrida só queria divertir-me. E foi o que aconteceu. A prova foi muito divertida. Tive o apoio da minha família, que me foi esperar à meta, dos amigos e colegas de trabalho que comigo foram à corrida. E dos muitos, mas mesmo muito turistas que ao longo do percurso gritaram palavras de apoio. A todos eles muito obrigada! Obrigada de coração!

A prova não foi propriamente pera doce, os últimos 3 km foram dolorosos o último então nem se fala! Mas desistir não era uma possibilidade e a vontade de vencer falou mais alto. Tão alto que quando cheguei ao fim e vi que tinha feito a prova em 1hora e 3 minutos cruzei a meta de braços no ar e sorriso nos lábios. Senti-me como se tivesse vencido. Estava tão feliz, mas tão feliz que só conseguia chorar! Eu tinha realmente vencido. Durante todos os dias em que treinei para aquele dia eu venci. No dia da corrida de Santo António eu ganhei à endometriose. Naquele dia quem mandou no meu corpo fui eu. E eu consegui alcançar um objetivo fazer uma prova sem dor.

A quem está desse lado e luta todos os dias por um dia sem dor, sem angustia, sem sofrimento, calma é possível. Pode não ser todos os dias, podem não conseguir fazer aquilo que mais gostam, podem ter de prescindir de muita coisa. Mas lembrem-se por cada dia em que não têm dores é um dia de vitória! Por cada dia que passa e que não tiveram uma dor foi uma conquista que fizeram. Nesses dias digam obrigada. Nos outros dias, aqueles que só nós conhecemos, em que nos arrastamos para o trabalho, para casa, nas rotinas diárias que tentamos concretizar sem deixar que vejam que estamos à beira do precipício... nesses dias sorriam de frente para a endometriose e digam eu consigo! Porque só assim, de coração forte e alma cheia é que conseguimos alcançar mais um objetivo. Eu consigo! Eu consigo!

Tracem metas. Uma caminhada, ou corrida, um fim de semana sem dor o que for. Seja o que for que vos faz feliz e realizadas, tentem concretizar. E nesse dia, depois da conquista, digam obrigada. Obrigada. Depois, depois voltem à luta. E marquem nova meta. Assim se faz uma guerreira.

Obrigada por estarem aí. Agora vamos à luta.